Pular para o conteúdo

Celular esquentando muito: descubra o que fazer

Celular esquentando muito? Descubra o que fazer para evitar e consertar esse tipo de problema.

Anúncios

Um telefone celular esquentando certamente não é algo que deveria ocorrer e indica algum tipo de problema. 

Porém, isso pode acontecer nesses e em outros dispositivos eletrônicos, como tablets e notebooks e nem sempre é algo sério.

Entretanto, é preciso ficar atento e tomar algumas medidas para evitar que isso aconteça e acabe trazendo outros problemas, e é justamente o que você irá aprender neste artigo. Faça uma ótima leitura!

Anúncios

Leia também:

Celular esquentando muito: descubra o que fazer

Por que o telefone pode esquentar?

Isso acontece porque os smartphones utilizam energia, que vem de uma bateria. Todo o processo para o funcionamento desse dispositivo envolve consumo (que, no caso dos telefones, vem da bateria do aparelho) e utilização de energia (necessária para fazer o celular funcionar).

Nessa ação de consumo e utilização de energia, libera-se energia na forma de calor, especialmente quando o telefone encontra-se com algum defeito. 

Dentre as principais causas responsáveis pelo aquecimento excessivo de um aparelho celular, podemos destacar:

Anúncios

  • Celular com a memória interna muito cheia;
  • Diversos aplicativos abertos ao mesmo tempo;
  • Aplicativos muito pesados baixados e/ou em utilização;
  • Bateria ” viciada” ou com defeito;
  • Longas ligações telefônicas;
  • Longos períodos de utilização da rede móvel (especialmente o 4 e o 5G);
  • Falta de atualização do aparelho celular;
  • Celular infectado por vírus 
  • Temperatura do ambiente muito elevada etc

Isso tudo faz com que um aparelho de telefone possa liberar mais energia em forma de calor, causando esse superaquecimento.

Mas o que isso pode causar na saúde do telefone? É isso que abordaremos a seguir.

No que isso afeta o uso do aparelho?

Todo esse calor em excesso traz algumas consequências negativas para o aparelho telefônico, como era de se esperar. A seguir, trouxemos os principais resultados desse superaquecimento:

Celular travando

O aparelho poderá apresentar travamentos e falhas na abertura de seus aplicativos, até mesmo na hora de executar ações básicas. 

Isso pode ser consequência da sobrecarga e do superaquecimento dos componentes do sistema, causando um mau funcionamento desses.

Redução da vida útil da bateria

O celular superaquecido apresenta um consumo excessivo da energia de sua bateria. 

Esse consumo em excesso certamente irá causar uma drenagem mais rápida da carga da bateria, fazendo com que você seja obrigado a carregar o telefone em intervalos cada vez mais curtos. 

Isso, por sua vez, reduz a vida útil da bateria, uma vez que você estará diminuindo os “ciclos” da sua bateria. Esses ciclos são a quantidade de vezes que sua bateria pode ir de “baixa carga” até “alta carga” antes de perder sua eficiência e exigir uma troca.

Isso é um ciclo natural de todas as baterias, mas que pode ser acelerado por causa de um superaquecimento.

Danificação de componentes internos

Essa seria a consequência final do superaquecimento de uma bateria. Essa etapa nada mais é do que a queima, ou derretimento de alguns componentes eletrônicos do telefone.

Isso pode fazer com que o telefone apresenta inúmeras falhas de funcionamento, associadas ao superaquecimento, podendo culminar até mesmo com a queima da placa-mãe e a interrupção permanente das atividades do aparelho celular.  

Uma dica para evitar esse superaquecimento do seu telefone celular é utilizar alguns aplicativos, como o CPU-Z, no intuito de monitorar a temperatura interna do seu telefone. 

Lembrando que a temperatura máxima do seu aparelho celular deve ficar entre 37°C e 43°C. Temperaturas mais altas do que isso devem ser analisadas com cautela.

Desse modo, mesmo você não sentindo em suas mãos, você conseguirá saber se seu celular está superaquecendo ou não.

O que fazer para reduzir o aquecimento excessivo do telefone?

Existem uma série de medidas para se evitar o superaquecimento do seu aparelho celular. Foi pensando nisso que trouxemos as principais soluções para esse problema no seu telefone. 

Confira a seguir!

Deixe o celular parado por um tempo

Dê um descanso para o seu aparelho celular. Muitas vezes, ele pode superaquecer devido ao excesso de atividades executadas.

Após um tempo de repouso com a tela desligada, seu celular deve reduzir a emissão de calor e, com isso, deixar de superaquecer.

Evite usar o telefone em locais muito quentes

Uma utilização intensa do telefone em lugares muito quentes, como parques e na rua, com sol direto,  pode fazer com que o telefone superaqueça.

Desse modo, prefira utilizar o telefone na sombra ou em lugares com refrigeração e bem ventilados. Assim, o único calor que o seu telefone terá que se preocupar será o seu próprio, e não o seu mais o do ambiente externo. 

Desative funções e aplicativos pouco usados

Busque ter instalado e utilizar somente aqueles aplicativos mais úteis e recorrentes

Já que, um excesso de aplicativos e programas pesados pode fazer com que seu telefone use mais memória RAM para funcionar adequadamente, o que pode trazer consigo um super aquecimento.

Reduza o brilho da tela

Uma tela com o brilho muito elevado pode ser melhor para a visualização de seu conteúdo, porém, isso acaba por consumir mais bateria do telefone. 

Esse consumo de bateria excessivo pode levar ao superaquecimento do seu aparelho.

Portanto, tente deixar o brilho da sua tela em níveis intermediários, evitando utilizar o seu telefone na luz direta do sol (algo que exige  um brilho mais elevado da tela).

Evite mexer no telefone enquanto este carrega

O ideal é carregar a bateria do telefone antes de voltar a utilizá-lo. Mexer no seu aparelho durante esse processo pode estimular excessivamente a bateria, fazendo com que essa tenha que obedecer a duas funções ao mesmo tempo: recarregar e ser utilizada para o funcionamento do celular.

A consequência disso nós já sabemos: superaquecimento e redução da vida útil desta bateria.

Tire a capinha do telefone

Às vezes, a capinha do telefone pode prejudicar o fluxo de calor para fora do aparelho. Ela pode acabar por “prender” o calor dentro do celular, criando uma espécie de estufa.

A dica então seria a remoção dessa capinha no momento da recarga da bateria e naquelas horas em que o seu telefone está dando sinais de superaquecimento.

Utilize um carregador de qualidade

Muitas vezes por falta de dinheiro ou até mesmo preguiça, muitas pessoas utilizam carregadores de baixa qualidade ou incompatíveis com o seu modelo de celular. 

Isso é muito prejudicial no momento em que, esse carregador pode estar enviando uma carga em excesso para o seu telefone, podendo causar um superaquecimento e, até mesmo, algum defeito futuro no seu aparelho.

Desse modo, a dica aqui é adquirir um carregador original da marca de seu telefone, ou pelo menos algum equivalente de boa qualidade, evitando, assim, esse problema. 

Mantenha o seu aparelho atualizado

Manter o seu celular com as devidas atualizações do sistema em dia é importante para que ele funcione adequadamente, evitando problemas como travamento de atividades e, também, o superaquecimento desse aparelho. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *